Os cistos aracnóide ( um saco cheio de líquido cefalorraquidiano) são uma lesão congênita benigna de uma membrana que faz parte das meninges : a membrana aracnóide.

As meninges são três membranas que cobrem o cérebro e a medula espinhal :

  • dura-máter
  • membrana aracnóide
  • pia-máter
  • Meninges
  • Cisto Aracnoide
    Coloque o mouse em cima da imagem para ampliar a área do cisto aracnóide.

Os cistos aracnóide podem se expandir no espaço entre a pia-máter e a membrana aracnóide (espaço subaracnóide). Correspondem aproximadamente a 1% de todas as lesões (com efeito de massa) intracraniais dos adultos e a aproximadamente 3% nas crianças. A maioria tem origem congênita. Os cistos aracnóide congênitos são também chamado primários, eles estão presentes no nascimento e são o resultado de anormalidades desenvolvidos no cérebro e na espinha dorsal que surgem durante as primeiras semanas da gestação. Os que não são congênitos são chamados cistos secundários.

Os locais mais comuns dos cistos aracnóide intracraniais são na fossa média, na região-supraselar, a fossa posterior que contêm o cerebelo, ponte, e medula oblonga.

Classificação

Os cistos dividem-se em duas classes :
  • os primeiros (congênitos)
  • os secundários (traumáticos ou de origem infecciosa)

Os três tipos de cistos :
  • Tipo I : são pequenos e assintomáticos.
  • Tipo II : tem alguns efeito de massa, com erosões do osso.
  • Tipo III : tem uma deformação de uma grande área do Sistema Nervoso Central, dos ossos.

Os cistos aracnóide secundários não são tão comuns quanto os cistos primários e se desenvolvem como resultado de uma inflamação do espaço subaracnóide em pacientes com dano na cabeça, infecção, ou hemorragia intracérebral. Os homens são quatro vezes mais prováveis para desenvolver cistos aracnóides que as mulheres.